quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Bombardeio de Dresden, genocidio alemão x Holocausto

Confesso que apenas em 2013 prestei atenção nessa história do bombardeio de Dresden... a história da II Guerra Mundial e dos mais de 60 milhões de mortos hoje é resumida apenas ao holocausto, Dia D, Hiroshima e Nagasaki.


Dresden era uma grande cidade, pólo cultural, que não tinha importância estratégica militar e por isso se tornou refúgio seguro. Quando bombardeada e totalmente destruída, abrigava uma população de mais de 1,2 milhão de alemães. Apesar disso, os números oficiais de mortos hoje são de apenas 25 mil. Sem dúvida, 500.000 mortos parece muito mais realista.

Hiroshima e Nagasaki são sempre lembradas no mundo inteiro, com razão. Os americanos deveriam se envergonhar e aprender uma lição. Foram muito mais covardes que os japoneses que atacaram uma base militar em Pearl Harbor.

O filme Pearl Harbor dá um grande destaque para as lindas enfermeiras e seus romances, aplicando uma carga emocional para justificar o que os americanos fizeram com o Japão. Mas Hiroshima e Nagasaki eram cidades, não uma base militar. Também haviam mulheres, não apenas algumas, dezenas de milhares, assim como idosos e crianças.


Dresden, 13-15 de fevereiro de 1945, 500 mil mortos.
Genocídio maior do que o Holocausto, pelos números da Cruz Vermelha

Porém Dresden passa quase despercebida... apesar de ter morrido mais gente nesse genocídio alemão do que com as duas bombas nucleares juntas. Os japoneses que morreram, nunca souberam o que os atingiu, os sobreviventes sofreram mais. Agora tente imaginar por 1 minuto, o que sofreram os alemães em Dresden, depois de descobrir o que aconteceu.


Não bastasse o bombardeio mais sádico e covarde da II Guerra Mundial, Dresden ainda foi tomada pelo Exército Vermelho. Para quem não conhece essa história, pesquise... os soldados soviéticos estupravam as mulheres, e até as crianças, nas cidades ocupadas. Estupravam em grupo. Muitas delas eram mortas, outras se suicidavam. Isso aconteceu principalmente na Alemanha, mas também em outros países ocupados pela Rússia comunista. Os soldados russos eram obrigados a estuprar, por seus superiores. Terrorismo sempre foi usado pelos comunistas como arma psicológica, antes ou depois de tomar o poder.

"Eu não gostaria de nenhum conselho sobre como nós podemos destruir importantes alvos militares nos arredores de Dresden; eu gostaria de conselhos sobre como nós podemos assar 600.000 refugiados de Breslau em Dresden" - Winston Churchill






El bombardeo de Dresde (13-15 febrero de 1945)
http://www.youtube.com/watch?v=MTJrR9FNMmY



Bombardeio da cidade Alemã Dresden, Fevereiro de 1945
http://www.youtube.com/watch?v=Ak2erJYwfrE


Stuka - Dresden 45




Holocausto ou Holoconto?

Hiroshima, Nagasaki, Dresden, holocausto... precisamos conhecer melhor essa história. História muito mal contada, ou falsificada? Falsificada por quem, e por quê? Por que a Cruz Vermelha reconheceu oficialmente apenas 300 mil judeus mortos pelo regime nazista? Por que publicações judaicas apontaram um crescimento da população mundial de judeus, antes e depois da guerra, se supostamente 6 milhões, 1/3 do total, foram mortos pelos nazistas?

Como os nazistas conseguiram matar 6 milhões de judeus, que era a população total de judeus na Europa inteira antes da guerra, sendo que tantos fugiram para a América, tantos sobreviveram e grande parte nunca estiveram ao alcance dos nazistas?

Não é preciso fazer uma investigação forense nos campos de concentração nazista, o que nunca foi feito oficialmente e é proibido, alguns que se atreveram foram presos... basta um pouco de lógica para levantar dúvidas sobre a versão oficial do Holocausto.

A população de judeus na Alemanha era de pouco mais de 500 mil. Organizações judaicas declararam guerra a Alemanha assim que Adolf Hitler foi nomeado chanceler em 1933. Antes da II Guerra Mundial começar, metade dos judeus fugiram da Alemanha. Quando as fronteiras foram fechadas em 1941, haviam cerca de 170 mil judeus na Alemanha. Onde os alemães conseguiram 6 milhões de judeus? Impossível.

Basta um pouco de lógica para duvidar da história oficial do Holocausto, e uma rápida pesquisa para encontrar informações demolidoras. Deve ser por isso que é crime investigar o Holocausto na Europa. É crime levantar suspeitas sobre a versão oficial. Quem não deve não teme. A verdade nunca precisou ser imposta por lei. Deve ser por isso que até aqui no Brasil querem proibir e colocar na cadeia quem duvidar do Holoconto. Até alguns judeus acabariam presos. Sim. Existem até judeus que contestam o Holocausto. Pesquise.

Não é a toa que uma história tão duvidosa quanto a do Holocausto judeu precise ser martelada na cabeça o tempo todo. Aprenderam com Joseph Goebbels: Uma mentira repetida mil vezes torna-se uma verdade. Nascemos ouvindo falar do Holocausto, a imprensa vive falando nisso, filmes e documentários são feitos, sempre contando histórias, nunca investigando os fatos. Sempre apelando para o emocional, nunca para o racional.

Enquanto isso, o drama dos japoneses é sempre apresentado como uma justa reação a um único ataque contra uma base militar americana. O drama dos alemães, pior ainda. Ninguém conhece o sofrimento dos alemães, apenas os sobreviventes. Afinal, se os alemães não forem considerados como os grandes vilões pelo resto do mundo, como justificar que para eles a II Guerra Mundial ainda não acabou? Até hoje a Alemanha é território ocupado por tropas aliadas, até a política alemã é controlada. É por isso que a Alemanha comemora sua própria derrota na guerra. O povo alemão é refém em seu próprio país. Essa é a Nova Ordem, governo alienígena.


"Todas as coisas boas vêm de cima". Imagine uma faixa dessas, com o desenho de uma bomba, em uma cidade onde 500.000 pessoas morreram em um bombardeio aéreo? Se o Holocausto não aconteceu e os alemães pagam caro por ele até hoje, um escárnio desse não é muito sábio.


A história e o julgamento do Holocausto foram baseados nos depoimentos das testemunhas, sobreviventes como esse casal que durante anos contaram sua história de amor que começou em um campo de concentração, dando entrevistas na televisão... até que alguém achou a história estranha e resolveu investigar...

Herman Rosenblat na ABC

Entrevista com Herman Rosenblat na TV ABC.

Rosenblat inventou uma estória fantástica a respeito de sua sobrevivência aos "horrores do holocausto". Ainda garoto, ele alega ter recebido diariamente através da cerca do campo de concentração algumas maças de uma pequena menina. Anos mais tarde, ele reencontra a tal menina e se casa com ela. E no final das contas, como sempre, a verdade prevaleceu: foi tudo mentira.

E é inacreditável sua explicação: ele não teria mentido, mas sim apenas divulgado aos quatro ventos o produto de sua imaginação e ali, pasmem, a estória é verdadeira!

Benvindos ao mundo fantástico do suposto holocausto judeu...


http://www.youtube.com/watch?v=nROqGjAuCmg



Holodomor, Ucrânia, 1932-1933
7 a 10 milhões de mortos, mais de 1/3 da população da Ucrânia
População morta de fome, teve suas safras confiscadas pela URSS

Já viu alguma coisa na TV? Nos livros de história? Na escola?
Mais mortos do que no impossível holocausto judeu

Maiores Responsáveis: Lazar Kaganovitch e Josef Stalin
Judeus não podem ser condenados por crimes contra gentios.
Segundo o Talmud, os goyim (gentios) são inferiores a animais.


 

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Aprendendo com a historia da Alemanha Nazista

Devemos estudar a história para aprender com os erros do passado, entender o presente e buscar um futuro melhor. Portanto fica claro que devemos estudar seriamente a história da Alemanha Nazista, o objeto de estudo mais importante da história recente. Observando o mundo hoje, fica claro que ainda temos muito o que aprender com a tragédia da Alemanha.



Tenho buscado compreender a Nova Ordem Mundial, que não é tão nova assim. A grande conspiração para dominar o mundo sobre um governo mundial tem mais de 200 anos. Pelo menos isso fica claro quando percebemos que a destruição da velha ordem para implantar a Nova Ordem era a motivação por trás da Revolução Francesa e de tantos outros golpes que derrubaram o regime da monarquia na Europa, na China e no Brasil.

A Revolução Americana também foi fruto dessa conspiração. Os Estados Unidos é uma união organizada pela Maçonaria, sociedade secreta profundamente envolvida com a destruição do regime monárquico. Resgataram ali o regime republicano e uma democracia liberal que hoje está expondo sua fragilidade. Tudo parecia bem até este sistema se mostrar tão frágil para defender o povo da subversão cultural.

Ou pior, esta democracia controlada pela Maçonaria está sendo sabotada para implantar o Socialismo, aumentando o poder do governo e reduzindo a liberdade do povo. Não foi um pequeno grupo de comunistas ou muçulmanos que enganou todo o povo americano, manipulando a grande mídia e fraudando eleições para destruir os Estados Unidos com o desconhecido Barack Hussein Obama na presidência. Até hoje o povo americano se pergunta onde nasceu o homem que ocupa o cargo de presidente a 5 anos.

Faz algum tempo que surgem notícias sobre grupos neo-nazistas nos Estados Unidos. Mas pesquisando na internet, fica claro que a mídia abafa a situação. A pouco tempo descobri uma dupla de irmãs que desde crianças cantava músicas de apologia nazistas e White Power. Usavam camisetas com um "Hitler Smile". Gravaram alguns discos, ficaram famosas nos EUA, uma enorme polêmica caiu sobre elas, que assustadas abandonaram a carreira.


Liberdade é o valor mais cultivado nos Estados Unidos, nem mesmo o Nacional Socialismo / Nazismo não é proibido, ao contrário do Brasil e Europa. Existem até mesmo manifestações nazistas nos EUA, o que não é novidade. Antes da Segunda Guerra, o Nazismo conquistava um grande público nos EUA, que organizava grandes eventos. Até mesmo o pai do presidente John F. Kennedy, embaixador Joseph Kennedy, admirava Adolf Hitler e era contra o apoio dos EUA à Inglaterra na guerra contra a Alemanha. Até o Japão atacar Pearl Harbor e como aliada do Japão, a Alemanha declarar guerra aos EUA. Isto acabou com o sonho de Joseph Kennedy ser presidente, sonho que ele realizou com o filho.

Antes da guerra, Adolf Hitler foi nomeado para o Prêmio Nobel da Paz e foi eleito personalidade do ano pela revista Time em 1938. Grandes eventos nazistas ocorriam nos EUA, até mesmo em Nova York. Após a guerra, muitos cientistas nazistas foram levados para trabalhar para o governo americano, com a operação Paper Clip. Wernher von Braun, um dos mais importantes cientistas nazistas, criador dos foguetes V1 e V2, se tornou um dos principais diretores da NASA.

Não bastasse a simpatia ao Nazismo no passado, nas últimas décadas o crescimento de grupos neo-nazistas nos EUA tem chamado atenção. Há manifestações neo-nazistas nas ruas, onde até mulheres ostentam suásticas. Mas a maior polêmica ocorreu quando surgiu na internet uma foto de um grupo de marines com a bandeira americana e outra com o símbolo da SS, a famosa tropa de elite nazista.



Base militar em San Diego, California - Coronado Naval Amphibious Base

Não foi a primeira vez que fotos com símbolos nazistas causaram polêmica recentemente. Alguns exemplos incluem o príncipe britânico Harry e o então presidente da Federação Internacional de Automobilismo, Max Mosley. No caso de Mosley vale destacar que seu pai, Sir Oswald Mosley, era um dos maiores líderes fascistas ingleses e aspirava ser o fuhrer da Inglaterra.


  

Na Ásia, Adolf Hitler é idolatrado no Oriente Médio, entre muçulmanos. A suástica adotada como símbolo nazista é um símbolo ancestral muito comum em culturas do mundo todo, especialmente na Ásia. Até mesmo imagens budistas ostentam suásticas. Mas hoje na Ásia, a suástica nazista parece estar entrando na moda. Até mesmo uma loja na Índia foi batizada com o nome Hitler ostentando a suástica na fachada.


Celebração nazista em escola na Thailandia


Loja Hitler na India e restaurante em Taiwan

 
Restaurante Hitler's Cross, em Mumbai, India e na Coreia do Sul

Veja mais em: Hitler themed bars and restaurants in Asia

Noivo vestindo uniforme SS nas fotos de casamento. Mais fotos:
China - Wedding photos in Nazi uniform criticized by netizens

No Brasil, antes da II Guerra Mundial, também havia simpatia com o Nazismo. Colônias alemãs recebiam apoio do governo nazista, agricultores ostentavam suásticas e as crianças estudavam em alemão nas escolas. Muitos se filiaram ao partido nazista e até foram para a guerra lutando pela Alemanha. Na época, a Ação Integralista Brasileira (AIB), talvez o maior partido da história do Brasil, era semelhante ao nazismo. Getúlio Vargas, presidente de 1930 a 1945, era admirador de Adolf Hitler. Foi preciso forte pressão dos EUA para o Brasil entrar na guerra entre os Aliados, considerando a população brasileira formada por portugueses, alemães, italianos e japoneses. Portugal e Espanha permaneceram neutros, porém simpáticos a Alemanha.

Até mesmo na Rússia, durante a guerra, muitos se juntaram aos nazistas na esperança de derrubar o regime comunista. No mundo todo encontramos simpatia ao Nazismo antes da guerra, e hoje esta simpatia está ressurgindo entre as novas gerações que não sofreram o trauma. Mesmo na Europa, partidos nacionalistas estão se fortalecendo nos últimos anos, e grupos neo-nazistas emergindo.


Partido Golden Dawn, Grécia

Afinal de contas, o que será que o mundo aprendeu com a história da Alemanha Nazista? Que lições foram tiradas dessa tragédia? Será que os jovens de hoje estão estudando seriamente e refletindo sobre as lições que podem ser tiradas do episódio mais sombrio da nossa civilização, a 2ª Guerra Mundial? Por que ocorreu, o que aconteceu, quais foram as consequências? Está ficando claro que ainda é preciso estudar e se dedicar muito a essa história.

Quem diria que até mesmo nos Estados Unidos, a potência que derrotou a poderosa Alemanha Nazista, hoje seria comparada a Alemanha antes do Nazismo? Aliás, não é de hoje... nos anos 90, testemunhas da ascensão nazista na Alemanha já comparavam a situação nos Estados Unidos com a Alemanha pré-Nazismo. Se alguém duvidava deles na época, hoje tem motivos para pensar melhor.


NSM - Movimento Nacional Socialista nos EUA


O anti-semitismo está crescendo nos Estados Unidos, apesar da tradicional sociedade cristã que adora os judeus. Sociedade tradicional que está sendo destruída pela revolução cultural. Isto ameaça os judeus. Ironicamente, muitos deles contribuíram com isso. Hollywood, a indústria do cinema, a grande mídia, são controladas por judeus. Não é teoria da conspiração, eles admitem isso. Basta pesquisar. O Sionismo é uma das mais poderosas forças políticas nos Estados Unidos, o grande parceiro de Israel. Nenhum país do mundo é tão simpático aos judeus quanto os Estados Unidos.

Justamente por isso, alemães que testemunharam o surgimento do Nazismo comparavam os EUA a Alemanha já nos anos 90. Segundo um deles, a Alemanha era o país europeu onde os judeus tinham mais liberdade. Com esta liberdade, controlaram o sistema bancário, político, artes e cultura, jornais e teatros na época. Poder semelhante ao que conquistaram nos EUA, senão em todo ocidente.



Why Did the Germans Dislike the Jews?
http://www.youtube.com/watch?v=1GKAAUoy8_s



Ernst Zundel Warns Jews About Doing To America What They Did To Germany
http://www.youtube.com/watch?v=auLMUpC5LxU




Que les Hicieron los Judios Sionistas a los alemanes
La Verdad es Odio para los que Odian la Verdad !!!!
http://www.youtube.com/watch?v=KOQaX7QSo4E


Desde os judeus-alemães Moses Hess, Karl Marx e Friedrich Engels os judeus sempre estiveram na liderança do movimento comunista, até hoje. Comunistas judeus tentaram dar um golpe de estado na Alemanha após a I Guerra Mundial. Os comunistas eram uma grave ameaça, e os nazistas surgiram como maior força contra os comunistas. A liderança judaica no Comunismo foi um fator fundamental para estourar a raiva contra os judeus na Alemanha.

Hoje o mundo ocidental está se revoltando após décadas de subversão cultural promovida por partidos, organizações, imprensa e grande mídia. Controlados por judeus e pela Maçonaria. A reação já começou e está tomando Europa, América do Norte e Brasil. O povo vai querer saber quem são as pessoas por trás das empresas, corporações e partidos.

Muitos judeus inocentes podem acabar perseguidos. Prevendo isso, alguns já estão combatendo e denunciando o Sionismo. Talvez esta seja a mais importante lição a ser aprendida com a Alemanha Nazista. Entender o que causou tudo aquilo para evitar que se repita. O Nazismo foi consequência de décadas de uma guerra cultural e econômica. Os Rothschild surgiram na Alemanha. Talvez este humilde judeu segurando um cartaz na foto esteja ensinando a mais importante lição da Alemanha Nazista: Sionismo é a maior causa de anti-semitismo no mundo.


Neturei Karta: organização de judeus ortodoxos anti-sionistas


O vídeo a seguir mostra por que a apologia ao Nazismo foi proibida no Brasil em 1989, poucos meses após a comemoração pública dos 100 anos de Adolf Hitler e de um debate sobre o Holocausto na Bandeirantes, entre judeus e nazistas brasileiros. Se a propaganda nazista não fosse criminalizada, seria criado um partido nazista no Brasil. Como é mostrado no vídeo, até mesmo negros aderiam a ideologia nazista no Brasil:


Debate sobre Holocausto na Band completo
http://www.youtube.com/watch?v=mBZA4IWF0TI


Será que até o Clodovil era nazista?
 

Clodovil nega Holocausto, 11/09 e mais...
http://www.youtube.com/watch?v=gyQJm4elxu4


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

postagens mais lidas da semana

Foro de São Paulo + Marxismo Cultural = Golpe Comunista



vídeos no youtube

Partido Nazista no Brasil, Socialismo e Comunismo - Daniel Coelho
BOLSONARO FALA EM VEADOS E CITA DATENA
PALAVRA ABERTA - COMISSÃO DA VERDADE - Jair Bolsonaro
Entrevista com o Cabo Anselmo no Canal Livre da TV Bandeirantes (1/9)
Entrevista com o Cabo Anselmo ao Dextra
Julio Severo concede entrevista exclusiva ao Dextra
Destruindo chavões socialistas - Leonardo Bruno
Mitos do liberalismo e socialismo - Filipe Altamir
10 anos da morte de Celso Daniel do PT. Lucia Hippolito para rádio CBN
O PT quer dar um Golpe no Brasil - Reinaldo Azevedo pt 1/2
O PT quer dar um Golpe no Brasil - Reinaldo Azevedo pt 2/2
Silas Malafaia em audiência do PLC 122 em 29 de novembro de 2011
O Drama da Mulher Moderna - Padre Paulo Ricardo (01/02)
O Drama da Mulher Moderna - Padre Paulo Ricardo (02/02)
Yuri Bezmenov - Marxistas, os idiotas úteis
Yuri Bezmenov - A corrupção moral da sociedade pelos Marxistas
Yuri Bezmenov - A corrupção moral da sociedade pelos marxistas - II


Olavo de Carvalho

Conselho de Olavo aos Brasileiros - Fujam do mundo melhor !!!
A Diferença entre Socialismo e Comunismo
Caetano Veloso e intelectuais de esquerda acordam para projeto totalitário do PT
O PT e o Desarmamento do Brasil
Governo, Farc e Foro de S. Paulo (prof. Olavo de Carvalho)
O Foro de São Paulo e o Neo-Comunismo
True Outspeak - Terrorismo e Foro de São Paulo
Ódio Esquerdista, Vitimismo Negro e Coitadismo Feminino
Escravidão, etnias, miscigenação, cotas raciais, racismo — TO 02/12/09
O COMUNISMO NO BRASIL É INEVITÁVEL!
Olavo de Carvalho explica o comunismo completamente (Parte 1)
Olavo de Carvalho explica o regime militar brasileiro
Casamento gay e Caos Jurídico no Brasil
Olavo de Carvalho - O COMUNISMO NO BRASIL É INEVITÁVEL!
Olavo de Carvalho Explica Porque Esquerdista não é Igual a Pessoa Normal