terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Rubens Barrichello na Indy, espero por isso a 15 anos


O mundo mudou muito nos últimos 15 anos, mas desde aquela época eu gostaria de ver Rubens Barrichello na Fórmula Indy. Eu era criança ainda quando o Rubinho estreou na F-1, mas mesmo sem internet ou TV a cabo, pelas notas da revista Quatro Rodas eu já me empolgava com o Rubinho e esperava muito dele na F-1, mas assim como muitos outros ótimos pilotos, Barrichello se tornou uma promessa que nunca se concretizou. Ganhou corridas, foi vice-campeão... recordista de corridas na F-1. Mas quem entende um pouco de automobilismo sabe que Barrichello podia conseguir muito mais. Merecia ser campeão, conquista que pilotos inferiores como Damon Hill, Jacques Villeneuve e Jenson Button conseguiram.


Quase escrevi aqui no blog sobre a contratação do Bruno Senna pela Williams, forçando Barrichello a aposentadoria por falta de um carro digno na F-1. Mas não lamentei, porque nem mesmo a Williams hoje merece um piloto como Barrichello. Ele não tem nada a ganhar na Williams, além de somar mais algumas corridas. Ganhar corrida, só por milagre. Já para o Bruno Senna, essa é uma grande oportunidade. Oportunidade de disputar sua primeira temporada completa por uma boa equipe, que ainda pode recuperar os tempos de glória. Bom para o Brasil, que pode ter um grande piloto conquistando seu espaço. Assim é a vida, os jovens mais cedo ou mais tarde assumem o posto.

Não lamento a falta de Barrichello no grid da F-1, ele esteve ali por quase 20 anos. Lamento mais pelos que nunca tiveram chance, e a lista é bem longa. Lamento mais por Barrichello não ter tido um carro competitivo no começo da carreira. Como fã, fico decepcionado por ele não ter trocado a Ferrari por outra equipe de ponta quando mostrou ao mundo que podia vencer Schumacher em condições iguais, que não era o caso na Ferrari. Com o mínimo de bom-senso, McLaren, Renault e Williams deveriam brigar para contratar Barrichello naquela época. Era um dos poucos que podiam vencer Schumacher no seu auge. Aquele era o momento para Barrichello na Williams, que não tinha um piloto a altura da Williams-BMW. A McLaren tinha Raikkonen. Hoje, Barrichello só prorroga a aposentadoria na Williams.


Ainda assim, eu preferia ver Barrichello na F-1 do que aposentado. Fico feliz pela grande chance do Bruno Senna, e espero que o Lucas di Grassi ainda tenha alguma. Aliás, se o Barrichello correr na Indy, espero que o di Grassi vá correndo atrás. Competir com Barrichello em uma categoria equilibrada como a Indy é a melhor chance que di Grassi vai ter de conseguir uma segunda chance na F-1.

Rubens Barrichello na Indy e Kimi Raikkonen de volta a F-1 são as melhores noticias desde o acidente do Kubica. Hoje, acho muito melhor para o Barrichello correr na Indy do que continuar na F-1 pela Williams. Na verdade, faz 15 anos que eu pensava isso. Quando a Indy vivia seu melhor momento, antes da separação entre Cart e IRL, Jacques Villeneuve fez com sucesso o caminho inverso, da Indy para a F-1. Até então, a Indy era uma diversão para ex-pilotos de F-1 como Fittipaldi e Mansell. Michael Andretti foi um fiasco, mas Villeneuve conseguiu. Então Alessandro Zanardi teve sua segunda chance na F-1 após duas temporadas arrasadoras na Indy, mas infelizmente o momento da Williams não era dos melhores. Montoya ainda conseguiu sua chance, mas desde então a Indy entrou em decadência. A velha Indy, da Cart. A nova Indy nunca conseguiu recuperar o brilho que tirou da velha Indy.


Antes de Barrichello ser contratado pela Ferrari, quando a Indy estava no auge, eu esperava que Barrichello fosse para os Estados Unidos, arrebentar na Indy e mostrar seu talento, para conseguir uma chance em uma grande equipe na F-1. Então ele foi contratado na Ferrari, mostrou que podia e conseguiu vencer Schumacher em condições iguais, mas não era isso que a Ferrari queria. A Ferrari queria um escudeiro, não um rival para o Schumacher. Mas toda a equipe foi montada ao redor do Michael, desde 1996, quando o Rubinho recusou a oferta da Ferrari. Nunca me conformei pelo Rubinho não aproveitar aquele momento. Em vez de brigar dentro da Ferrari, ele tinha moral pra escolher qualquer outra equipe. Com experiência e capacidade de vencer o Schumacher, podia escolher McLaren ou Williams, e vencer o Schumacher com outro carro.

Quando finalmente o Rubinho deixou a Ferrari, a Honda como equipe foi uma péssima surpresa, e sua carreira parecia ter um fim melancólico. Ressuscitou com a Brawn, ganhou corridas, assinou com a Williams... onde não teve carro para conquistar mais do que somar corridas a carreira. Acho que ele tem muito mais a ganhar na Indy, vencendo corridas e provavelmente sendo campeão logo no primeiro ano. Pode gostar e ficar, ou quem sabe ter uma chance de voltar a F-1. Mas teria que ser uma chance de ganhar corridas, ou seria melhor vencer na Indy.

Ano passado, com a chance de Rubinho perder a vaga na Williams, eu já torcia pra ele correr na Indy. Até o acidente fatal do Dan Wheldon. Até pensei que seria melhor o Rubinho ir pescar do que correr na Indy. Mas vai ser legal ver ele vencendo de novo. Gostaria de ver o Rubinho encerrando a carreira como ele merece, vencendo, e na Indy ele pode ser campeão. Com o Rubinho na Indy, eu até teria paciência pra assistir aquelas corridas, com bandeiras amarelas intermináveis e desnecessárias... gosto da filosofia esportiva do automobilismo americano, de igualdade e equilíbrio. Seria legal ver o Rubinho arrebentando em uma categoria de competição pura como a Indy. Sou um grande fã do Rubinho, sempre fui e espero o melhor para ele. Seja na Indy, na F-1 onde sinto que sua história ainda não terminou, ou pescando com os filhos... ele merece ser feliz e vai ficar bem de qualquer jeito.




Barrichello testa carro de Fórmula Indy pela primeira vez

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Lucia Hippolito fala com coragem sobre o caso Celso Daniel

Certa vez esculachei a Lucia Hippolito ao encontrar no youtube um vídeo onde ela aparentemente estava bêbada, tentando criticar o Lula. Na época que eu acreditava no PT e achava que toda a mídia era golpista reacionária, antes de me desencantar com o PT. Acreditava que todo critico do PT eram mal intencionados, ainda piores, como os tucanos que fizeram bem esse papel, de desacreditar toda oposição ao PT.

Bem, não arrependido, porque na época realmente acreditava que estava no caminho certo, mas hoje tenho uma ótima oportunidade de descontar minha dívida moral com a Lucia Hippolito. Falei mal dela, com raiva por ela criticar o Lula. Hoje, dou razão para quem alertava para o perigo comunista do PT, que finalmente tirou a máscara quando se sentiu a vontade no poder.

Hoje cedo, ouvi na CBN um ótimo comentário da Lucia Hippolito a respeito do caso Celso Daniel, que completa hoje 10 anos do assassinato do então prefeito de Santo André. Assim como Toninho, prefeito de Campinas assassinado alguns meses antes, ambos eram do PT, antes da eleição de Lula e da tomada do poder pelos vermelhos. Ambos assassinados, histórias que continuam muito mal contadas 10 anos depois.

Apesar do PT ter perdido dois líderes importantes, que hoje estariam no auge da política nacional, e de toda força política que o PT tinha para pressionar as investigações pela solução do caso, tudo permanece um mistério. Tudo isso evidencia que o PT tem algo a esconder nesses casos.

Dia desses escrevi sobre esses casos, quando completou 10 anos da morte do Toninho do PT. Postei um ótimo comentário do Olavo de Carvalho. Mas hoje, quando completa 10 anos da morte de Celso Daniel, Lucia Hippolito teve a coragem de contar uma história que muita gente poderosa tem razão para esconder... muitas testemunhas envolvidas no caso foram mortas, do garçom que atendeu Celso Daniel no restaurante na noite em que ele desapareceu, do agente funerário que encontrou o corpo, aparentemente torturado, até o médico legista que fez a autópsia, entre outras testemunhas, todas assassinadas.

Parabéns a Lucia Hippolito, pela coragem de contar detalhes que o povo não conhece, detalhes que já custaram muito sangue inocente para esconder o passado de gente que hoje está no poder, controlando os destinos do povo brasileiro... se alguém ainda tem dúvida sobre o caráter desses comunistas, escute a história que a Lucia Hippolito conta...

Caso de Celso Daniel não deve ter um fim satisfatório
http://cbn.globoradio.globo.com/comentaristas/lucia-hippolito/2012/01/20/CASO-DE-CELSO-DANIEL-NAO-DEVE-TER-UM-FIM-SATISFATORIO.htm

Assassinatos de Toninho e Celso Daniel do PT
http://tocadocoelhovoador.blogspot.com/2011/09/assassinatos-de-toninho-e-celso-daniel.html

Postei o link porque não consegui baixar o áudio, seria ótimo postar isso no youtube. Se alguém conseguir ou encontrar no youtube, por favor me passe o link. Isso merece ser divulgado. Em uma semana em que tanto tem se falado de SOPA, a nova tentativa de censura na internet nos Estados Unidos, encontro a impossibilidade de copiar o áudio da CBN... além de perceber, nas postagens antigas aqui no blog, a quantidade de vídeos que são removidos no Youtube. Sem contar a censura que já percebo no Facebook...

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Elis Regina, aquela cantora que morreu de overdose

Hoje cedo ouvi falar no rádio sobre o aniversário da morte da Elis Regina e de uma outra que não lembro o nome. Antes que algum fã dessa cantora sem sal venha me encher o saco, deixo claro que não tenho nada contra ela, afinal nem a conheço, só de ouvir falar. Vou falar dela apenas como mal exemplo, para comparação sobre o preconceito estúpido que existe contra o Metal.

Não sei quase nada sobre essa tal de Elis Regina, apenas que foi uma cantora muito famosa que morreu antes de eu nascer. A única boa lembrança que tenho, e música que gosto dela, foi quando a 10 anos atrás, em 2002, vi uma menina linda cantando a música "Como Nossos Pais" no Raul Gil. Me chamou atenção porque era bastante parecida com outra menina que eu havia conhecido a pouco tempo, na faculdade FADAP em Tupã. Até perguntei pra essa menina se por acaso era irmã dela, ambas lindas e muito parecidas. Também gostei dessa música... e da menina linda que cantava muito bem.

Elis Regina - Como Nossos Pais

É engraçado o quanto é comum gente que não sabe citar o nome de 5 bandas de Metal, que conhece apenas Iron Maiden e Black Sabbath de nome, de ouvir falar, que nunca foi a um show de Metal... essas pessoas ignorantes e estúpidas tem certeza absoluta que em show de Metal todo mundo assiste o show bêbado, usando drogas... não acreditam que não existe briga em show de Metal, e se acontece algum problema, é sempre causado por intrusos que não vão para assistir o show, que nem conhecem a banda. Estamos no Brasil, seria querer demais não ter problema nenhum...

Engraçado que esses ignorantes preconceituosos costumam ser religiosos que em sua mente binária, dividem o mundo entre aquilo que é de Deus e o que é do diabo. Claro, para eles, sua igreja é de Deus, e até mesmo outras igrejas são do Diabo. Conheço bem essa mentalidade, nasci e cresci em uma igreja, até me libertar desse mundinho.

Outros que são cheios de preconceitos com relação ao Metal, costumam ser peões e pagodeiros, entre outros. Engraçado que esse pessoal que adora esses eventos do tipo risca-faca, onde brigas, confusão, putaria e promiscuidade são normais, tem certeza absoluta que show de Metal é ainda pior, apesar de nunca ter ido a um. Normalmente sequer conhecem algum metaleiro, no máximo um ex-colega de classe, sendo que nessa fase de adolescência o que mais tem é poser que com o tempo muda de fase... uma praga que infesta o Metal.

Algum tempo depois de cansar da igreja e começar a descobrir que o mundo não era tão diabólico assim, um pouco tarde mas ainda adolescente comecei a conhecer e ouvir Metal. Comecei gostando de uma música do Queen no final do filme Ducks 2, depois conheci Guns 'n' Roses no Freddie Mercury Tribute Concert. Finalmente fui conhecer Metal, e minha mãe logo começou encher o saco. Até que finalmente aprendi a calar a boca dela, fã da tal da Elis Regina. Sempre que ela começava a falar merda de Metal, eu citava o bom exemplo da cantora sem sal Elis Regina, que morreu de overdose.

Não me lembro de nenhum grande músico de uma grande banda de Metal que tenha morrido de overdose. Falando em Rock ou Hard Rock, existem muitos exemplos, como recentemente Kevin Dubrow, vocalista do Quiet Riot. Mas Rock não é Metal, por mais pesado que seja, como Guns 'n' Roses, uma banda de Rock mais pesada que muita banda de Metal.

Depois da morte do Dio, um dos maiores vocalistas de Metal, que morreu de câncer em 2010, me chamou a atenção o fato de a grande maioria dos músicos famosos de Metal falecidos são americanos. Escrevi aqui e fiz uma pequena lista dos mais famosos falecidos, com a causa da morte e nacionalidade. Considerando que o Metal já tem mais de 40 anos e existem dezenas de bandas conhecidas no mundo inteiro, até que morreram poucos. E não me lembro de nenhum metaleiro famoso que tenha morrido de overdose. Câncer e acidentes de trânsito são as causas mais comuns.

a morte prefere os americanos

Não é por acaso que existe tanto preconceito contra o Metal. O povo em geral é estúpido e ignorante, alienado e manipulado pela mídia. A mídia é controlada com mãos de ferro por forças ocultas, não pelo governo, mas pelas mesmas forças que controlam o governo. Forças que querem controlar e dominar toda a sociedade. O Metal representa uma forte resistência a essa dominação das massas, pois é um grupo cultural forte, unido e global, presente no mundo inteiro, o que já rendeu documentários de sociologia a respeito. A força, cultura e imunidade a manipulação da mídia, devido a inteligência acima da média, torna a sociedade underground headbanger um incômodo e um alvo da Guerra Cultural.

DOCUMENTÁRIO - Metal - A Headbanger's Journey (Legendado PT-BR) Parte 1
http://www.youtube.com/watch?v=5WMmz9-OlVA


Sepultura - Orgasmatron
http://www.youtube.com/watch?v=5xgjj0K9IhU


Piores Clipes Do Mundo - Holy Smoke - Iron Maiden
http://www.youtube.com/watch?v=FLcClqqnG9c
obs.: não é uma "casa de campo alugada"...
esse clipe foi gravado na fazenda do Steve Harris...
assim como o disco inteiro, no estúdio que ele montou em um celeiro...
esse babaca ignorante definitivamente não entende nada de Metal...
será apenas desinformado, ou deliberadamente mal-intencionado?
e o clipe sem o chato, meu clipe de Metal favorito, o mais legal do Iron Maiden...


Iron Maiden - Holy Smoke
http://www.youtube.com/watch?v=3dzSEenqc3w

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Sexta-feira 13 de janeiro de 2012, o começo do fim

Se alguém ainda não queria acreditar nas profecias sobre 2012, acho que esse ano já começa bastante assustador... justamente o primeiro dia 13, de janeiro de 2012, cai numa sexta-feira... um ano tão profetizado como o ano do fim do mundo...

Afinal, o que nos aguarda em 2012? Alguém ainda duvida de que algo vai acontecer, de que este ano ficará marcado na história da humanidade? Não são apenas profecias, as mudanças vem acontecendo a muito tempo, durante o século 20 o mundo passou pela maior transformação da história da humanidade, o mundo vem mudando cada vez mais rápido desde o Iluminismo, ao final da Idade das Trevas, a invenção da prensa e a Revolução Industrial.

Porém desde a Revolução Digital, o mundo vem se transformando a uma velocidade estonteante. O mundo em que vivo hoje é muito diferente daquele em que nasci e conheci na infância. Fico chocado ouvindo minha avó falando sobre sua juventude na fazenda. Ela nasceu e viveu em um mundo completamente diferente desse que vivemos hoje. O mundo em que nossos pais e avós nasceram não existe mais.

Existem muitos mundos, realidades diferentes para cada pessoa. Em uma mesma cidade, cada pessoa vive em seu próprio mundo, que se intercala com os mundos de outras pessoas com quem interage. O prefeito de uma cidade vive em um mundo totalmente diferente do mendigo que dorme na rua. O empresário vive em um mundo totalmente diferente do porteiro que trabalha em sua empresa.

Cada um de nós pode conhecer diversos mundos diferentes, até mesmo viver em mundos diferentes ao longo da vida. Basta fazer uma viagem para conhecer outro mundo. Basta mudar de cidade, como eu me senti em um mundo diferente ao sair de Tupã, uma pequena cidade do interior, para Campinas, uma grande metrópole. Duas cidades do Estado de São Paulo, separadas por 450 km de asfalto, mas mundos tão diferentes. A mesma Campinas, tão diferente da cidade que meu pai conheceu apenas 4 décadas antes.

O mundo está mudando cada vez mais rápido, o tempo está passando cada vez mais rápido. O campo magnético da terra está mudando, o planeta está mudando. A muito tempo se fala de uma Nova Era, uma Nova Ordem Mundial. Mas para que um novo mundo se forme, o velho mundo precisa acabar. Ou quando o velho mundo acaba, um novo mundo se forma.

Não será a primeira vez, nem será a última, é apenas uma questão de tempo. Profecias como o Apocalipse já previam o fim de nosso mundo a 2 mil anos atrás. Um dia esse dia vai chegar, e não são apenas as profecias que apontam para 2012. O mundo de nossos avós já acabou, e bastou uma revolução tecnológica para acabar com o mundo em que eu mesmo nasci.

Quem não acredita que algo vá acontecer em 2012, prepare-se, pois já está acontecendo a muito tempo. Em 2012, uma página será virada na história da humanidade. Quem está preocupado, não tenha medo. O fim do mundo é apenas o nascimento de um novo mundo. Apenas mais um passo na evolução da humanidade. Assim como a velha Londres um dia foi consumida pelo fogo, uma nova Londres a prova de fogo foi construída com pedras, e permanece até hoje uma linda cidade.

Estamos vivendo uma transição, mas não estamos sozinhos. Em 2012, a Terra atrai a atenção em todo o Universo, é o point mais agitado, onde as coisas estão acontecendo. Muitas civilizações estão interessadas nesse período de transformação, por isso enviaram seus representantes. Nós não estamos sozinhos nesse momento difícil. A humanidade nunca esteve sozinha, não é agora que estaremos desamparados. Afinal, não há o que temer, e sim comemorar. Não é isso que brindamos a cada ano novo, vida nova? Mundo novo, vida nova.



Roberto Onaga - Transição Planetária - Bilu

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Urna Eletrônica ameaça a democracia

Ansioso para finalmente ouvir novamente as palavras do mestre ao vivo, mas não foi dessa vez. Não consegui assistir ontem a noite o True Outspeak ao vivo com Olavo de Carvalho, nem sei se vou conseguir fazer aquele catalogo... não consigo prestar a devida atenção e digitar ao mesmo tempo...

Mas na terça-feira assisti uma entrevista no youtube que vale a pena compartilhar aqui, depois de compartilhar também no facebook. Uma excelente entrevista do meu chará Daniel Fraga com o engenheiro Amilcar Brunazo Filho sobre as urnas eletrônicas. Longa, mas excelente. Recomendo mesmo. O Daniel Fraga tem feito um ótimo trabalho com seus vídeos, tem um outro sobre a influência da China no Brasil que ouvi alguns trechos, preciso ouvir inteira...

Enfim, sobre as urnas eletrônicas, entendendo um pouquinho de informática como eu, com um conhecimento um pouco acima da média dos usuários comuns, mais de 15 anos na frente dessas máquinas que hoje controlam nossas vidas e uma noção de programação, pois conheço e utilizo a linguagem HTML... pra mim, essa história de urna eletrônica inviolável sempre pareceu muito estranha.

O problema é que nessas urnas o povo brasileiro exerce sua única expressão nessa nossa democracia, votando a cada 2 anos. Confiantes nesse processo, elegemos nossos representantes a vários anos... eu mesmo não cheguei a votar em papel, votei pela 1ª vez em 2000 na urna eletrônica. E agora? Será que estamos sendo enganados? Será que vivemos em uma democracia? É preciso ser muito inocente para confiar cegamente em voto eletrônico...

Assistam a entrevista, onde o engenheiro Amilcar explica porque nenhum outro país adotou o modelo brasileiro de voto eletrônico... todos que adotaram eleições eletrônicas, possuem meios físicos de verificação para evitar fraudes eleitorais... exceto Brasil e Índia... ele cita o ótimo exemplo da Argentina, com um processo eleitoral eletrônico muito mais confiável que o brasileiro... assim como dos Estados Unidos.

Teremos eleições neste ano, e agora? Vai mudar alguma coisa, ou vamos continuar digitando as cegas? Será que nossa Justiça é ainda pior que o Congresso? Será que vivemos em uma democracia, onde pelo menos elegemos nossos representantes, ou estamos sendo enganados?

Precisamos questionar a inviolabilidade da urna eletrônica, afinal, é muito fácil alterar uma programação para cometer fraudes. Essa história de urna inviolável é muito estranha. Já foram noticiadas fraudes, apesar do governo desafiar quem quiser tentar violar a urna, para alardear sua segurança, na prática a burocracia e as limitações dos testes tornam a propaganda da segurança da urna uma verdadeira propaganda enganosa... estamos sendo enganados pelo marketing da Justiça Eleitoral. Estamos sendo enganados pela Urna Eletrônica?

Assistam a entrevista, o cara sabe do que está falando... nós estamos sendo enganados, já houveram fraudes, mas o governo insiste na inviolabilidade da urna. Isso é o que eu chamo de abusar da passividade do brasileiro... haja flúor pra controlar esse povo... pra quem como eu já considerava um novo Golpe Militar uma boa idéia, depois dessa... os comunistas estão no poder, e as eleições podem ser fraudadas? Gostaria de saber a opinião do Jair Bolsonaro sobre isso, ele tem liberdade pra falar...

A verdade sobre urnas eletrônicas! (eng. Amilcar Brunazo)

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Tupã, minha terra natal, terra de indios e japoneses

Não costumo falar de vida pessoal aqui no blog, mas gostaria de escrever algo mais pessoal hoje, aproveitando as duas semanas e uns dias que passei aqui em Tupã, minha quente terra natal. Desde que me mudei para Campinas, apenas uma vez passei mais tempo aqui, 1 mês inteiro no final de 2009. Novamente, uma longa estadia com meus avós, dessa vez devido a uma cirurgia de meu avô, o velho Coelho.

Cirurgia e recuperação que finalmente forçaram meu avô a se aposentar, pelo menos por enquanto. Após 40 anos como caminhoneiro, que ele começou dirigindo os caminhões de meu bisavô, ele vendeu sua última carreta e montou uma borracharia, que já funcionava em Tupã a quase 20 anos, até que agora foi forçado a fechar. A Borracharia Coelho já era um negócio tradicional na cidade, poucos permanecem desde aquela época, início dos anos 1990.

Toda vez que venho a Tupã, vejo o comércio da cidade e me lembro dos prédios antigos, hoje reformados, e dos negócios que ali funcionaram durante tanto tempo, desde que eu era criança... muitos fecharam, mesmo alguns que pareciam eternos. Outros foram reformados, e muito poucos permanecem exatamente iguais como me lembro de minha infância, como a borracharia de meu avô, que nunca ligou muito para estética.

Reparando nisso, percebi que quase todos os negócios que permanecem iguais ou quase, nessas duas décadas, são de japoneses. Oficinas de máquinas pesadas como caminhões e máquinas agrícolas, como a Nakamura e a Caetés da Rua Brasil, a bicicletaria da Rua Caetés, a Ki-Frango, que vende frango assado na Av. Tamoios... reparando nisso, pensei em como os japoneses são trabalhadores, dedicados, disciplinados e apegados a tradição, não fazem questão de ficar querendo inventar novidades, mudar tudo o tempo todo... nem ganhar dinheiro sem suor.

Meu avô lembra os japoneses, trabalhador, dedicado, disciplinado, abria a borracharia todos os dias bem cedo. Fazia seu trabalho com capricho, o melhor, sem se importar muito com a aparência da fachada. E assim foi durante quase 20 anos, mas acabou.

Algumas coisas permanecem iguais, mas cada vez que volto a Tupã, vejo que aos poucos a cidade vai mudando, me sinto cada vez menos a vontade em uma cidade que já não reconheço tanto. Amigos e velhos conhecidos foram embora como eu, outros casados, namorando, e minha infância e adolescência passadas em Tupã vão ficando na memória.

Gosto de tirar fotos, mas que pena que não havia essa maravilha de máquina fotográfica digital antigamente... a velha Tupã permanece na memória, enquanto já me sinto em casa em Campinas, pra onde volto. Lá não tem tantos japoneses, a maioria dos poucos são de fora. Foi uma das coisas que mais me chamou atenção em Campinas, quando cheguei lá, a falta de japoneses.

Sempre gostei e admirei a cultura japonesa. Puxei bastante meu avô, não tanto na aparência, moreno de cabelos lisos, traços de sangue indígena, dos povos nativos que habitavam essas terras onde Tupã foi fundada, parentes distantes dos orientais amarelos de olhos puxados.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

postagens mais lidas da semana

Foro de São Paulo + Marxismo Cultural = Golpe Comunista



vídeos no youtube

Partido Nazista no Brasil, Socialismo e Comunismo - Daniel Coelho
BOLSONARO FALA EM VEADOS E CITA DATENA
PALAVRA ABERTA - COMISSÃO DA VERDADE - Jair Bolsonaro
Entrevista com o Cabo Anselmo no Canal Livre da TV Bandeirantes (1/9)
Entrevista com o Cabo Anselmo ao Dextra
Julio Severo concede entrevista exclusiva ao Dextra
Destruindo chavões socialistas - Leonardo Bruno
Mitos do liberalismo e socialismo - Filipe Altamir
10 anos da morte de Celso Daniel do PT. Lucia Hippolito para rádio CBN
O PT quer dar um Golpe no Brasil - Reinaldo Azevedo pt 1/2
O PT quer dar um Golpe no Brasil - Reinaldo Azevedo pt 2/2
Silas Malafaia em audiência do PLC 122 em 29 de novembro de 2011
O Drama da Mulher Moderna - Padre Paulo Ricardo (01/02)
O Drama da Mulher Moderna - Padre Paulo Ricardo (02/02)
Yuri Bezmenov - Marxistas, os idiotas úteis
Yuri Bezmenov - A corrupção moral da sociedade pelos Marxistas
Yuri Bezmenov - A corrupção moral da sociedade pelos marxistas - II


Olavo de Carvalho

Conselho de Olavo aos Brasileiros - Fujam do mundo melhor !!!
A Diferença entre Socialismo e Comunismo
Caetano Veloso e intelectuais de esquerda acordam para projeto totalitário do PT
O PT e o Desarmamento do Brasil
Governo, Farc e Foro de S. Paulo (prof. Olavo de Carvalho)
O Foro de São Paulo e o Neo-Comunismo
True Outspeak - Terrorismo e Foro de São Paulo
Ódio Esquerdista, Vitimismo Negro e Coitadismo Feminino
Escravidão, etnias, miscigenação, cotas raciais, racismo — TO 02/12/09
O COMUNISMO NO BRASIL É INEVITÁVEL!
Olavo de Carvalho explica o comunismo completamente (Parte 1)
Olavo de Carvalho explica o regime militar brasileiro
Casamento gay e Caos Jurídico no Brasil
Olavo de Carvalho - O COMUNISMO NO BRASIL É INEVITÁVEL!
Olavo de Carvalho Explica Porque Esquerdista não é Igual a Pessoa Normal